Group_4066-2-1024x1024

Precisando de Ajuda?

O Grupo Viva ReabilitaçãoEstá aqui para ajudar!

Nossos serviços

Conheça os tipos de atendimentos

imagem_release_1273569

Atendimento Terapêutico

Feito no formato on-line ao adicto funcional, que entende que precisa de atendimento mas não tem clareza sobre a necessidade de internação. Será feito o acompanhamento com um profissional especializado em atendimento ao dependente químico e etílico.

internações-para-dependentes-químicos

Internação Voluntária

Feito ao paciente que reconhece a necessidade de tratamento em reclusão e afastamento de seu meio. Ele será acompanhado 24hs, tendo no tratamento o acompanhamento psiquiátrico para a parte medicamentosa, e também terapêutico e psicológico.

sitemgr_photo_395

Internação Involuntária

Feito quando o paciente não reconhece que precisa do tratamento, e a família (somente pai, mãe ou irmãos ou responsável legal) podem intervir e solicitar a internação sem o seu consentimento. O paciente pode estar representando risco a si e a outros.

17596519049008330f418994fba9ee09

Internação Compulsória

Feito ao paciente que pode utilizar drogas, sofrer de transtornos, ou mesmo ser um adicto em estado de reclusão social. Ela é solicitada por um assistente social ou advogado de família, direcionada ao estado o cumprimento da petição.

clinica-de-reabilitação-sp

Quem somos

Somos o Grupo Viva Reabilitação.

Entramos no mercado com uma proposta única e inovadora de atuar em auxilio aos   dependentes químicos, alcoolicos, e na saúde mental. Buscamos dar suporte também, ao familiar mais próximo do paciente, que  pode trazer consigo a co-dependência, ampliando assim o tratamento psicossocial paciente/família.

Nossas clínicas são especializadas em tratamento para dependência química e saúde mental, buscando inclusão, integração e abordagem humanizada nos tratamentos.

Atuamos com clínicas parceiras em todo território nacional, para servir da melhor forma e o mais próximo possível de onde você está.

 Não se preocupe mais, a ajuda está chegando... vai dar tudo certo. Estamos 110% com você.

DÚVIDAS

Respondemos as principais dúvidas

Antes de tudo, é importante saber os vários fatores motivadores do uso de drogas:

  1. a) fuga dos problemas; b) curiosidade; c) influência dos amigos; d) insatisfação com a vida; e) busca de prazer e compensação.O uso de drogas, para os usuários, apresenta tanto um sentido negativo, associado aos danos físicos e sociais decorrentes do uso, quanto um sentido positivo, relacionado com a sensação de bem-estar sentida e “esquecimento” e fuga dos problemas.

Mas o que mantém o dependente no uso constante é a compensação, a liberação de dopamina, que é o hormônio do prazer, da satisfação. Ele é liberado naturalmente pelo cérebro em situações geradas, vividas, criadas, aquelas emoções positivas do cotidiano que podem acontecer esporadicamente. A droga não depende de um momento, de uma circunstância, sendo então esse o maior motivo de dependência: Não precisar de um momento para a sensação de prazer e compensação.

  > Um indicador importante para considerar necessidade de internação:

  • Desejo incontrolável de usar a substância. Perda de controle (não conseguir parar depois de ter começado,fissura ou craving);
  • Aumento da tolerância – necessidade de doses maiores para atingir o mesmo efeito obtido com doses anteriormente.
  • Quando está afetando sua vida em vários aspectos, que alteram sua responsabilidade ou seu convívio famila; agressividade, falta de rendimento no trabalho, falta de concentração, indisposição ou ansiedade quando não está sob uso, irritabilidade durante a abstinência, falta de auto-controle. No caso da bebida, faltas consecutivas ou toda semana do trabalho, mudança de humor por falta da bebida, ou melhora do humor somente quando está bebendo, já são sintomas suficientes para repensar e se posicionar quanto a uma possível internação, caso haja tentativa de parar, e tenha percebido que não conseguiu.

Fatores que impedem a decisão pela internação: 

O que mais deixa um familiar ou dependente em dúvida, não é o quanto ele precisa, e sim a questão social, financeira ou falta de informações de como funcionam os centros de reabilitação.

A questão social – quando há vergonha ou sentimento de que  haverá perseguição por parte de familiares, colegas de trabalho ou conhecidos, que saibam da necessidade da pessoa pelo tratamento. Há uma solução simples para esses casos, procure um de nossos especialistas para mais informações caso esse seja o caso que o impeça em sua tomada de decisão.

A questão financeira – o Grupo Viva Reabilitação atua apenas com clínicas particulares. Temos clínicas em todo território nacional com valores variados. Procure um de nossos especialistas para maiores informações.

Falta de informações – Este site está totalmente desenhado para te munir de todas as informações necessárias pra assim você poder prosseguir, seja com a internação ou mesmo com o tratamento terapêutico inicial, um de nossos serviços.

Pensamentos como: ”não é pra tanto”, ou, ”o que vão dizer a meu respeito”, ”como eu faria com meu trabalho?” faz essa decisão ser postergada. Vergonha de dizer que foi internado, que precisou de intervenção, ou que assumiu que precisava ”desse tipo” de ajuda. Palavras como essas ecoam  na mente e atrapalham uma pessoa de entender a importância,necessidade do tratamento e até mesmo os estigmas de como é dentro de uma clinica de reabilitação. Infelizmente ainda existe uma visão de que as clínicas são psiquiátricas, e não de tratamento para outros tipos de dependência. Mais um motivo para procurar um de nossos especialistas e conversar um pouco, para te auxiliar em sua tomada de decisão.

   Falando sobre internação, muitos temem se internarem devido aos históricos dos antigos centros psiquiátricos, que mais torturavam do que ajudavam as pessoas a se livrarem de seus transtornos e compulsões. Infelizmente é um medo que de fato devemos ter sim, afinal estamos num mundo onde tudo acontece, e o medo serve também pra nos resguardar do mal.

  Existem hoje três tipos de internação: Voluntária, Involuntária, e Compulsória:

Voluntária – quando um paciente assina uma declaração de que será internado em uma clínica de dependência química, de acordo com a sua própria vontade e compreende sua necessidade de se tratar.

Involuntária – quando a família sendo pai, mãe ou filhos maiores de 18 anos intervém para salvar seu familiar, visto o mesmo não reconhecer que está em perigo ou que precisa do tratamento. A família solicita o atendimento e poderá necessitar do resgate para conduzir o paciente até a clínica de recuperação.

Compulsória –  aquela que só acontecerá mediante a determinação de um juiz responsável pelo caso, após ser feito um pedido formal do médico que comprove que o dependente não possui controle sobre as suas ações e condição seja física ou psicológica.

  Entre em contato com o especialista em internações para maiores informações.

Algo que devemos saber é que hospitais psiquiátricos e as clinicas de recuperação são coisas diferentes. Os hospitais são especializados em tratamento de transtornos, compulsões, mas irão atender urgências, emergências, e até promover internações sim, com foco em desintoxicação, com intervenção medicamentosa para o trato do sintoma momentaneamente, e vai depender do paciente e da família a continuidade do tratamento com o profissional. Será orientado e encaminhado ao psicologo e o mantimento com o psiquiatra, mas o paciente continua com seu convívio social, sendo assim o tratamento pode demorar um mais que o esperado, pois muitas vezes o problema está no seio familiar ou no convívio social, quem mantém o paciente com acesso às drogas, e aos seus fornecedores.

   Já nos Centros Terapêuticos são estruturados para manter o paciente em suas dependências, proporcionando estadia, alimentação, e tratamento com terapia medicamentosa assiciada à terapia psicológica.

O paciente ficará recluso do ambiente familiar e social, por um tempo determinado, que pode variar de 3,6 e 9 meses, onde diariamente ele será acompanhado por uma equipe multidisciplinar, munida de MÉDICO PSIQUIATRA, PSICÓLOGOS, TERAPEUTAS, ENFERMEIRO PADRÃO, EQUIPE DE ENFERMAGEM, ASSISTENTE SOCIAL, NUTRICIONISTA, EDUCADOR FÍSICO, entre outros profissionais que cada clínica poderá oferecer dependendo da estrutura.

Tratamos basicamente 4 pilares

*Psicologia*, onde todos os pacientes são atendidos individualmente e de forma coletiva.

*Psiquiátrica*, pra cuidar das outras patologia como depressão, bi polaridade, e até ajudando na abstinência.

*Espiritualidade* que temos um momento todos os dias na clínica, algumas clínicas contendo missa a cada 15 dias, e cultos duas vezes por semana da igreja em parceria com igrejas locais.

E a *parte terapêutica* que utilizamos dos 12 passos de AA e NA, que é trabalhada todos os dias.

  Hoje os Centros Terapêuticos ou de Reabilitação trabalham baseados em normativas dos direitos humanos e também são acompanhados de perto pelo Ministério Público e por agencias reguladoras das prefeituras das cidadades, sendo fácil realizar uma denúncia e até promover o fechamento de unidades que sejam comprovadas estarem fora dos parâmetros regulatórios. Existem leis hoje e principalmente fiscalização para proteger contra maus tratos, e punição severa aos envolvidos.

Levar documentação original com foto

Itens de hospedagem e higiene pessoal:

Cada clínica irá pedir de acordo com sua estrutura, então poderão pedir:

10 camisetas

10 bermudas

2 calças jeans

2 calças de moleton

2 blusas de frio

2 pares de meia

01 chuteira (internação masculina – opcional)

01 par de sandálias

02 cobertores

02 lençóis de cama

02 fronhas

01 travesseiro

02 toalhas de banho

02 xampus e 02 condicionadores

05 sabonetes em barra

01 saboneteira

01 bucha de banho

5 barbeadores/refil

02 escovas de dentes

02 cremes dentais

01 pente/escova de cabelo

03 desodorantes roll on s/álcool

01 cx de cotonetes

01 filtro solar

01 garrafa de água

02 cadernos

03 canetas azul

01 pct de folhas xamex A4

01 Bíblia Sagrada

02 pcts de absorventes ( internação feminina)

Livros podem ser solicitados como opção da clínica

A mensalidade de uma clínica vai variar de acordo com sua disponibilidade de profissionais nas dependências e capacidade de instalação.

Pode variar de R$ 800 a R$5000,00/MÊS. A mensalidade irá contemplar a hospedagem, alimentação, o tratamento com a equipe multidisciplinar, atividades, todo o processo terapêutico.

A mensalidade não contempla itens de higiene pessoal e medicação, saídas da clínica ou resgate.

depoimentos

o que nossos clientes dizem

A wonderful serenity has taken possession Far far away, behind the word mountains. Apparently we had reached a great height in the atmosphere, for the sky was a dead black, and the hillside.

Dexter Matthew

Marketing

INFORMATIVOS

Artigos recentes

contatos

precisando de ajuda.
entre em contato conosco